Páginas


sábado, 3 de julho de 2021

 Nova pesquisa Escutec

Sem anunciar candidatura e sem fazer pré-campanha, Edivaldo Holanda Junior  surpreende com crecimento em pesquisas


O ex-prefeito de São Luis  Edivaldo Júnior, aparece com 18%, ficando à frente do vice-governador Carlos Brandão (14%) e Simplício (7%), com margem de erros de 3 pontos percentuais Edivaldo pode ter 21% ou mais.

O ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr. pontuou mais uma vez na casa dois dígitos na pesquisa Escutec, divulgada neste sábado (3). De acordo com o levantamento, publicado no jornal O Estado do Maranhão, Edivaldo alcançou 12% das intenções de voto.

Aliados do ex-prefeito Edivaldo comentam que o mesmo recebeu o resultado da pesquisa com entusiasmo, uma vez que ainda não anunciou que será candidato ao governo, não tem partido e não está fazendo campanha.

Num cenário sem Roseana, a pesquisa do instituto Escutec mostrou a liderança do senador Weverton Rocha, com 22%. Logo depois aparece Edivaldo Júnior, com 18%, ficando à frente do vice-governador Carlos Brandão (14%) e Simplício (7%).

Ainda conforme algumas pessoas próximas ao ex-prefeito, Edivaldo comemorou e ficou motivado a entrar na disputa com o resultado, porém ponderou que no momento certo tomará a decisão de anunciar sua candidatura ao governo.

Projeto de Lei da vereadoras Silvana Noely inclui o álcool em gel como item na cesta básica distribuída pela prefeitura de São Luís 

A inclusão do álcool em gel ocorrerá sempre que for decretada situação de emergência motivado por pandemias, como no caso do coronavírus, H1N1, e outras doenças.

Silvana Noely disse que com o surto de coronavírus, o Projeto de Lei é urgente e oportuno. Foto: Leonardo Mendonça

Tramita nas comissões de Justiça, Saúde, Assistência Social e Orçamento da Câmara Municipal de São Luís o Projeto de Lei Nº 125/21, de autoria da vereadora Silvana Noely (PTB), que visa incluir o álcool em gel na lista de produtos da cesta básica distribuídas às famílias carentes pela Prefeitura de São Luís.

Segundo a vereadora, com o surto de coronavírus que hoje atinge todo o mundo, a apresentação do Projeto de Lei é urgente e oportuna.

“O projeto inclui o álcool em gel na lista de produtos da cesta básica distribuída pela Prefeitura Municipal às famílias de baixa renda, que na maioria das vezes, não têm condições financeiras de adquirir tal produto por conta própria”, frisou Silvana Noely.

De acordo com o projeto, a obrigatoriedade da inclusão do álcool em gel na lista de produtos da cesta básica distribuída, ocorrerá sempre que for decretada situação de emergência motivado por pandemias, como no caso do coronavírus, H1N1, e outras doenças. Diz também que o álcool deve ser o etílico hidratado 70º INPM, que tem eficácia na higienização e é recomendado pelos médicos

Nenhum comentário:

Postar um comentário