domingo, 20 de junho de 2021

Policial militar é assassinado a tiros no Maranhão; suspeito é preso

O sargento da Policial militar, foi morto a tiros na Avenida Parnarama, no bairro Alvorada, na tarde desse sábado (19), por volta das 15h.


O sargento José Carlos Vieira da Silva, da Policial militar do Piauí, foi morto a tiros na Avenida Parnarama, no bairro Parque Alvorada, em Timon (MA), na tarde desse sábado (19), por volta das 15h.

O sargento foi assassinato durante um assalto. De acordo com a PM do Maranhão, o militar estava com outra pessoa em uma moto quando foi abordado por bandidos que saíram de uma área de mata, próxima à avenida, e anunciaram o assalto.

Após a abordagem, testemunhas relataram que o policial não reagiu à abordagem, mesmo estando armado. Um dos bandidos efetuou pelo menos dois tiros contra o sargento, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Os disparos atingiram peito e cabeça.

Segundo a capitã Tyciane Ibiapina, do 11º Batalhão da PM do Maranhão, o policial militar estava na garupa de uma moto, pilotada por um amigo, quando três suspeitos saíram do matagal e anunciaram o assalto.

"Eles roubaram a arma do policial e os pertences dele. Mesmo a vítima não reagindo, antes de fugir um dos criminosos atirou contra o sargento. A moto não foi levada", informou.

O sargento J. Vieira morava em Timon, mas era lotado no 1º Batalhão da PM-PI, no Centro de Teresina. Ele iria se aposentar em breve e estava há 30 anos na corporação.

Um dos suspeitos preso na noite de sábado

Um dos suspeitos de participar da morte do sargento José Carlos foi preso na noite desse sábado (19). Outros dois suspeitos seguem foragidos.

A prisão ocorreu no Bairro Cidade Nova. O reconhecimento do latrocida foi feito pelo amigo da vítima que pilotava a motocicleta.

“O suspeito” já responde a processo por roubo, e havia sido preso no dia   28 de janeiro de 2021, sendo solto no dia seguinte em audiência de custódia.

Quando foi preso, “Da Lágrima” tentou se desfazer de um celular, mas os policiais civis localizaram. Ao consultar o sistema, o aparelho, estava uma lista de objetos roubados.

“O Suspeito” é o assaltante ou receptador do celular do blogueiro Chumbo Grosso. Ele responderá pelo crime de latrocínio, que é assalto seguido de assassinato.

Com informações e Reportagens do Gilberto Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário