sábado, 12 de junho de 2021

Criança de 9 meses morre de complicações decorrentes de uma injeção aplicada no hospital de Penalva


A criança identificada como Layla Serra Mendonça, de 9 meses, da cidade de Penalva, morreu às primeiras horas da manhã deste sábado (12) no Hospital Juvêncio Matos, em São Luís. Ela morreu em decorrência de complicações de uma reação alérgica, após tomar uma injeção no Hospital de Penalva, a 225 km de São Luís.

De acordo com informações do pai da criança, ela estava com febre e foi levada ao hospital da cidade, onde aplicaram uma injeção, sem saber se ela tinha alguma alergia. Em seguida, começou a aparecer uma enorme mancha no corpo da menina.

Segundo o pai da criança, no Hospital da Criança, em São Luís, o médico que a atendeu disse que o problema foi causado pela injeção.

“Nós fomos buscar a receita no hospital de Penalva, a pedido do médico de São Luís, para saber qual a injeção aplicada na minha filha, mas foi a maior complicação. Foi preciso falar com o prefeito Ronildo Campos, de Penalva, para que entregassem a receita”, diz o pai de Layla.

Devido às complicações, com o surgimento de uma infecção, ela foi internada na UTI do Hospital da Criança, mas terminou sendo transferida para o Hospital Juvêncio Matos. Sentindo forte dores, a criança precisou ser intubada, na sexta-feira (11), para ser medicada devido ao agravamento do processo de infecção.

Na manhã deste sábado, Layla não resistiu e terminou morrendo. O sepultamento da menina ocorrerá na manhã de domingo (13) na cidade de Penalva.

Segundo o pai, a família vai recorrer à Justiça para que os responsáveis pelos erros que levaram à morte de Layla sejam penalizados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário