Páginas


domingo, 20 de junho de 2021

 Eleições 2022

Sete partidos se reúnem e discutem sobre não apoiar nem Bolsonaro e nem Lula em 2022

Presidentes de sete partidos se reuniram nesta quarta-feira (16) em Brasília para discutir as bases de uma candidatura alternativa ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na eleição de 2022.

O encontro reuniu os presidentes de DEM, Cidadania, Podemos, MDB, PV, Solidaridade e PSDB, além do ex-ministro e ex-deputado Luiz Henrique Mandetta (DEM-GO), organizador da reunião e cuja candidatura a presidente é cogitada.

O presidente do Cidadania, o ex-deputado Roberto Freire, disse que os sete partidos se comprometeram a não apoiar nem Bolsonaro nem Lula na eleição presidencial de 2022. Segundo ele, a intenção do grupo é construir nomes viáveis como terceira via, embora, afirmou, não tenham sido discutidos nomes na reunião desta quarta. De acordo com Roberto Freire, alguns que emergiram desde o ano passado como possíveis candidatos já desistiram — João Amoedo (Novo), o ex-ministro Sergio Moro e o apresentador Luciano Huck.

Para o presidente do PSDB, Bruno Araújo, o ideal é afunilar as candidaturas de centro e chegar a no máximo duas, embora o ideal, segundo ele, seja um único candidato. Segundo ele, pesquisas internas apontam que 58% da população não querem a polarização entre Lula e Bolsonaro e estariam dispostos a votar numa terceira via. “Vai depender de nós construirmos essa candidatura”.

O presidente do DEM, ACM Neto, prefeito de Salvador, diz esperar que o grupo consiga formular uma plataforma comum, a fim de consolidar o nome de um candidato em abril do ano que vem. Esse nome ainda não existe, afirmou.

Os participantes da reunião prometeram estabelecer um calendário de reuniões e debates a fim de criarem uma agenda para “conversar” com a parcela do eleitorado que não quer Bolsonaro nem Lula. Ficou decidido que haverá um novo encontro em 15 dias.

Fonte: Maranhão Dinâmico 

Nenhum comentário:

Postar um comentário