domingo, 16 de maio de 2021

 

Vereadora Luciana Lauande discute regularização fundiária no Alto do Turu


A vereadora Luciana Lauande (Avante) participou, na tarde deste sábado (15), de uma reunião no bairro Alto do Turu, em São José de Ribamar, com o objetivo de discutir os processos de regularização fundiária da comunidade.

Durante o encontro que também contou com a presença do secretário Giancarlo Santos Massete Ribeiro, titular da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária – SEMREF, a parlamentar se colocou à disposição na Câmara para acelerar o processo de legalização da região.


“Os moradores desta região podem contar conosco para ajudar a acelerar esse processo na Câmara. Irei lutar, dentro do que estiver ao nosso alcance, para contribuir. Além disso, temos um bom diálogo com o poder executivo e acredito que o prefeito Dr. Julinho será sensível ao assunto, e todas as medidas serão tomadas”, declarou.

Durante o encontro foi informado que a prefeitura ribamarense busca entregar título de propriedade de imóveis para 1.500 famílias em 2021 (Fotos: Reprodução/Jamys Gualhardo)

Durante a audiência, o secretário Giancarlo afirmou que o objetivo da administração é manter um cronograma para que haja a contemplação do maior número de famílias possíveis.

“Nós já estamos realizando um levantamento dos problemas, não só desta região quanto de toda a cidade, pois temos mantido um diálogo constante com outros entes públicos envolvidos no desenvolvimento desse serviço”, disse.


Desde o dia 14 de abril, após a assinatura de um acordo de cooperação técnica com a prefeitura de São José de Ribamar, o Governo do Estado, por meio da Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), o município realiza levantamento topográfico para mapear todas as áreas que serão contempladas. 

Após essa fase de mapeamento, que também já foi realizada no bairro Cidade Olímpica, serão feitos os cadastros, para que os títulos possam ser entregues à população. Segundo a prefeitura ribamarense, a meta com essa parceria é conceder este ano, títulos de propriedade de imóveis à cerca de 1.500 famílias. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário