sábado, 1 de maio de 2021

 

PRF realiza no Maranhão maior apreensão de madeira ilegal do país

Um esconderijo descoberto na ação abrigava sete veículos carregados com madeira sem comprovação legal




A apreensão aconteceu quando equipes da PRF, que realizam no oeste do Maranhão fiscalização diuturna de enfrentamento aos crimes ambientais.

IMPERATRIZ – Uma mega apreensão de madeira ilegal foi realizada em uma mesma fiscalização por equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Maranhão durante a Operação Ambiental Lignum III, realizada na madrugada dessa sexta-feira (30) em Imperatriz, na região tocantina do Estado, em uma localidade conhecida como ‘Bico do Papagaio’, situada na divisa entre o Maranhão, Pará e Tocantins se encontram.

A apreensão aconteceu quando equipes da PRF, que realizam no oeste do Maranhão fiscalização diuturna de enfrentamento aos crimes ambientais, monitorando especialmente os caminhões que se deslocam do estado do Pará, avistaram um caminhão carregado, que tentou se evadir da fiscalização, empreendeu fuga e saiu da rodovia. Durante as buscas, foi avistada uma pequena luz na estrada vicinal e uma viatura se deslocou para verificação.

De acordo com a PRF, a estrada vicinal se tratava de um local de esconderijo de veículos irregulares, onde foram encontrados abandonados um automóvel VW/Gol pertencente a um dono de madeireira e mais sete veículos de carga (caminhões e carretas) cheios de madeira sem comprovação legal.

Todos os veículos foram transportados para a Unidade Operacional de Imperatriz com apoio do Exército Brasileiro, que cedeu motoristas e um trator para a retirada dos caminhões.

A carga de madeira totalizou 221 m³ já descontados o percentual legal de 30%, sendo a maior apreensão de madeira já realizada pela PRF em uma única ação.

As ocorrências foram encaminhadas para a Polícia Civil de Imperatriz e os carregamentos para o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

RECORDE
As apreensões de madeira nativa serrada pela PRF no Maranhão estão batendo todos os recordes. Enquanto em outros tempos comemorava-se a apreensão de 2.000m³ no intervalo de um ano, atualmente se observa a duplicação destes números. De janeiro de 2020 a abril de 2021 (um ano e quatro meses) as apreensões somam mais de 5.600m³ de madeira apreendida pela PRF.

A intensificação da fiscalização pela PRF objetiva coibir a atividade ilegal de corte, desmatamento e de transporte de madeira sem licença ambiental. Outro fim da fiscalização é desmotivar aqueles que ainda insistem na prática do crime somando prejuízos aos reincidentes.

Por André Gomes 

Nenhum comentário:

Postar um comentário