quinta-feira, 20 de maio de 2021

 Família de menino com sequelas de queimaduras precisa de ajuda para custear tratamento em outro Estado; ele ficou com as mãos atrofiadas

A família do menino Anderson Miguel, de 1 ano e 9 meses, que tem sequelas de queimaduras no corpo, está fazendo uma campanha para conseguir recursos financeiros para que ele seja submetido a cirurgias reparadora em outro Estado.


Miguel sofreu um acidente no quintal da avó, no bairro Juçatuba, na zona rural de São José de Ribamar. no dia 22 de outubro de 2020. Ele e outras crianças estavam brincando no quintal, sendo que o menino seguiu para o lado de um buraco, onde a avó havia tocado fogo em lixo. Ele escorregou e terminou caindo no buraco.

Miguel teve 40% do corpo queimado. Em algumas partes, as queimaduras foram de 3º grau. Os braços e mãos foram os mais afetados. Como consequência, ele ficou com a mãos atrofiadas. 


Todo o tratamento das queimaduras foi feito em São Luís, mas as cirurgias reparadoras, reconstrutivas, têm que ser feitas em São Paulo, Fortaleza ou Goiânia.  A família aguarda uma resposta de Secretaria de Estado da Saúde (SES) para que possa fazer o tratamento fora de domicílio. “Eles ficaram de analisar a situação e estamos aguardando resposta”, diz a mãe do menino, Raquel.


A família, que passa por algumas dificuldades neste momento da pandemia, apela por ajuda para bancar as despesas no local onde serão feitas as cirurgias. Para isso, lançou uma rifa, no valor de R$ 10,00.

Além disso, que quiser ajudar, pode depositar/transferir qualquer quantia para as seguintes contas bancárias:

Caixa Econômica

PIX 98992166261

Raquel de Sousa  Monroe (mãe)

PIX 98991692224

Anderson Sousa Cunha (pai)



Nenhum comentário:

Postar um comentário