sexta-feira, 21 de maio de 2021

Advogada Cíntia Itapary, ex-Miss Maranhão, morre vítima da Covid-19 em São Luís

A ex-Miss Maranhão e advogada, Cíntia Itapary Albuquerque, de 51 anos, morreu nesta sexta-feira (21) por complicações da Covid-19.

Natural da cidade de Barra do Corda, a 444 km de São Luís, Cíntia Itapary foi Miss Maranhão no final da década de 80.

Ela deixa um filho, Tomás Rocha.

Confira a nota de pesar divulgada pela OAM/MA

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Maranhão (OAB/MA), solidariza-se com a classe advocatícia, os familiares e amigos da advogada, Cintia Itapary Albuquerque (OAB/MA 6226).

Dra. Cintia Itapary foi uma profissional atuante e que muito contribuiu para a advocacia maranhense.

A OAB/MA vem por meio desta, neste momento de dor e consternação, solidarizar-se aos seus familiares e amigos enlutados.

São Luís (MA), 21 de maio de 2021.

Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Maranhão – OAB-MA

Confira a nota da FCDL

Covid-19 no Maranhão

Nessa quinta-feira (20), o Maranhão registrou 1.055 novos casos e 32 óbitos pela Covid-19. O total de casos confirmados chegou a 282.305, com o registro de 7.821 mortes.

Dos novos registros, 114 foram na Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), 47 em Imperatriz e 894 nos demais municípios do estado.

Os casos ativos seguem subindo e chegaram a 23.979. Desses, 22.688 estão em isolamento domiciliar, 771 internados em enfermarias e 520 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Covid-19 no Maranhão

Nessa quinta-feira (20), o Maranhão registrou 1.055 novos casos e 32 óbitos pela Covid-19. O total de casos confirmados chegou a 282.305, com o registro de 7.821 mortes.

Dos novos registros, 114 foram na Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), 47 em Imperatriz e 894 nos demais municípios do estado.

Os casos ativos seguem subindo e chegaram a 23.979. Desses, 22.688 estão em isolamento domiciliar, 771 internados em enfermarias e 520 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Por Gilberto Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário