terça-feira, 20 de abril de 2021

Maranhense é morta a facadas pelo ex-namorado nos Estados Unidos; família pede ajuda para trazer o corpo

O crime aconteceu no estado da Pensilvânia no domingo (18). Vítima é identificada como Débora Evangelista Brandão.

Uma maranhense identificada como Débora Evangelista Brandão, de 34 anos, graduada em Farmácia, foi morta a facadas pelo ex-companheiro, no último domingo (18), na cidade de Phoenixville, no estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos.

Débora morava nos Estados Unidos há cerca de cinco anos com os dois filhos. O autor do crime, Danilo Sousa Cavalcante, foi preso pela polícia americana no estado da Virgínia uma hora e meia após o assassinato.

Segundo Sara Brandão, irmã de Débora, o ex-namorado não aceitava o fim do relacionamento. “Diversas vezes, ela terminou com ele e ele tentando voltar, não sei porque ele esfaqueou ela, foi muito brutal’, disse.

Em Balsas, a família de Débora está pedindo ajuda para trazer o corpo para o Brasil.

“A gente está fazendo um grupo de amigos, pedindo ajuda, para fazer o translado e tentar trazer o corpo para ser enterrado na terra natal dela”, disse Washington Brandão, irmão da vítima.

Em live nas redes sociais, a jornalista Andressa Miranda, amiga da família de Débora, pediu ajuda para arrecadar recursos. “A família disponibilizou PIX para ajudar no custeio funerário e translado do corpo.  Pix:  056.794.293-73 Felipe Bergoli”, informou a jornalista.

Atualização às 11h59

A jornalista Andressa acaba de informar ao blog que o corpo de Débora Brandão será cremado nos EUA, mas a família precisa de recursos para trazer as cinzas.

Por Gilberto Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário