Páginas


quinta-feira, 1 de abril de 2021

 

Governador Flávio Dino prorroga decreto e medidas por mais uma semana

O governador Flávio Dino (PCdoB), anunciou nesta quinta-feira (1º), em entrevista coletiva virtual, novas medidas para enfrentamento do avanço da Covid-19 no Maranhão. Ficam prorrogadas e mantidas as regras do decreto em vigência até o dia 4 de abril que seguirá até o dia 11 de abril.

Flávio Dino iniciou a coletiva manifestando solidariedade aos profissionais de imprensa e registrou a morte do jornalista e vereador Batista Matos, ontem (31) e lembrou, a morte do jornalista e radialista Roberto Fernandes que completa um ano no próximo dia 21 de abril. Os dois foram vítimas da Covid-19. Dino destacou novamente o empenho dos profissionais de saúde na pandemia.

O governador reinterou a necessidade de manutenção dos cuidados e da segurança para que a população possa proteger as suas vidas e a vida dos próximos e anunciou novas medidas econômicas e sanitárias.

Flávio Dino disse que as ações adotadas pelo governo para ampliar a oferta de leitos exclusivos para a Covi-19 está permitindo a estabilização do quadro, o que distancia o Maranhão da situação de colapso. “Esse risco está neste momento afastado. Nós estamos conseguindo manter a oferta de leitos e a utilização de insumos”, disse.

O governador anunciou a distribuição de máscaras para a população nas cidades onde a pandemia está mais avançada e anunciou o envio de equipes do governo para ajudar cerca de 117 municípios maranhense na vacinação e no cadastro das pessoas vacinadas. Essas cidades estão com taxa de vacinação abaixo de 70%.

Flávio Dino anunciou a implantação em parceria com os municípios de São José de Ribamar e Paço do Lumiar, do Drive Trhu no shopping Pátio Norte, para acelerar o ritmo de aplicação de doses da vacina contra o novo coronavírus.

O governador disse que na próxima semana definirá sobre as escolas particulares. Dino disse ter sido procurado por pais e professores para que antecipe o período de férias em função do momento. “Nós estamos examinando isso e vamos ter uma decisão na próxima semana. Por enquanto tudo continua na próxima semana como está nessa. a única udança é em relação do serviço público que passa a funcionar com 50%”, finalizou.

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário