quinta-feira, 18 de março de 2021

Dr. Julinho prefeito de Ribamar escapa de processo de cassação em Brasília pelas mãos do STF Supremo Tribunal Eleitoral.


Ainda em votação e faltando apenas três ministros proferirem seus votos, o julgamento do Recurso Especial interposto pelo Ministério Público Eleitoral e pela coligação Pra Frente, Ribamar, do ex-prefeito Eudes Sampaio (PTB), contra o acórdão do TRE – Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, que manteve o deferimento do registro de candidatura do prefeito Dr. Julinho (PL), já pode se dar por encerrado.

Realizado em julgamento de forma eletrônica pelo TSE – Tribunal Superior Eleitoral, onde cada Ministro teve uma semana para decidir seu voto, como quatro votos, do total de sete, já foram computados negando provimento ao julgamento, Julinho pode considerar-se livre de pelo menos esse processo.

Como toda a eleição em São José de Ribamar foi marcada pela judicialização, não surpreenderá novas pautas envolvendo o nome do prefeito ribamarense

Fonte: Maramais 

Nenhum comentário:

Postar um comentário