Páginas


segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

 Marido mata esposa a facadas, pauladas e tijoladas em Balsas; assassino é preso ao tentar fugir da cidade

A mulher identificada como Sandra Cristina de Souza, de 57 anos, foi morta pelo próprio marido, Miguel Francisco de Oliveira, de 70 anos, na noite dessa sexta-feira (19), na cidade de Balsas, a 808 km de São Luís. As câmeras de segurança da residência do casal, registraram o momento do crime.

O homem, que já estava decidido a matar Sandra, esperou o filho sair da residência e teria começado uma discussão com a esposa. Ele pegou uma faca e atingiu o olho da esposa, que saiu correndo para fora da residência, mas foi seguida por Miguel. Com um pedaço de pau, ele passou a espancá-la em frente à residência, até conseguir derrubá-la. Ele terminou de matá-la com blocos de concreto.

Em seguida, o assassino fugiu, mas foi preso por policiais militares na manhã deste sábado (20), quando tentava fugir da cidade.

“A partir da denúncia nós fomos até o local e chegando lá constatamos que era o indivíduo que cometeu esse homicídio contra a própria esposa. Ele estava tentando fugir, querendo saber para onde ficava São Raimundo das Mangabeiras e Buritirana, segundo informações ele é dessa região”, informou o Sargento José Neto.

Os policiais apreenderam faca, pedaço de madeira e blocos de concreto sujos de sangue. Esses materiais usados no crime serão encaminhados para o Instituto de Criminalista em Imperatriz.

“Tudo isso já foi apreendido, já consta nos autos, será periciado, assim como também já solicitamos o exames cadavérico, que já temos em mãos. O trabalho da polícia investigativa, já está bastante avançado. Faremos agora a conclusão do auto de prisão em flagrante e no prazo de 10 dias a delegada responsável concluirá as investigações”, informou o delegado David Passada.

Após a prisão, o marido assassino foi conduzido à delegacia para autuação em flagrante. Em seguida, ele será encaminhando ao presídio, onde ficará à disposição da Justiça.

Fonte e Reportagen Gilberto Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário