Páginas


terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

 

Bandeirantes é a nova detentora dos direitos de transmissão da Fórmula 1 para o Brasil
Emissora transmitiu o prêmio pela última vez em 1980

Grupo Bandeirantes anunciou nesta terça-feira (09) um novo acordo para a transmissão exclusiva do Campeonato Mundial de Fórmula 1 até o final de 2022. O contrato prevê a exclusividade para a exibição das 23 provas do calendário do circuito.

As provas serão exibidas na Rede Bandeirantes e os treinos classificatórios da Fórmula 1® no canal pago BandSports, que também transmitirá as Fórmula 3 e Fórmula 2. Com mais essa aquisição, a emissora se consolida como o “Canal dos Esportes”, ratificando seu DNA.

Brasil representa um dos cinco maiores mercados do mundo em audiência e faturamento da Fórmula 1®. Voltar a ser a casa da categoria depois de 41 anos é motivo de muito orgulho para nós”, diz João Saad, presidente da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão.

As transmissões acontecem já a partir da primeira corrida em março. Além de toda a temporada de 2021, o acordo prevê também as provas de 2022. Um dos pilares deste acordo será a cobertura extensa de toda a temporada com conteúdo jornalístico em todas as plataformas de comunicação do Grupo Bandeirantes.

A Band terá uma equipe de especialistas comandando as transmissões como, por exemplo, o comentarista Reginaldo Leme – há mais de 40 anos acompanhando a categoria. Além disso, uma equipe estará em todos os circuitos ao vivo para trazer informações em toda a programação.

A Band transmitiu a Fórmula 1 pela última vez em 1980. Durante os últimos 41 anos, os direitos foram da Rede Globo. O Grupo Bandeirantes parabeniza o Grupo Globo pela grande qualidade técnica e jornalística, que valorizou e elevou a importância da modalidade.

“A Band, junto com todo o time da F1, vai trabalhar muito e com toda a motivação para que o amante do automobilismo vibre com o jeito Band de fazer esporte. Será uma jornada espetacular e não vemos a hora de ser dada a largada”, comemora Denis Gavazzi, diretor de esportes.

(Do portal Band)


Nenhum comentário:

Postar um comentário