terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

 

Auxílio emergencial: Governo prepara três parcelas de R$ 200 em 2021 e novo nome para benefício


Para receber o Bônus de Inclusão Produtiva, é preciso realizar curso de qualificação profissional e não ser beneficiados pelo Bolsa Família.

     

Em um esforço para reformular o auxílio emergencial, o Governo Federal pretende lançar proposta que libera três parcelas de R$ 200 para trabalhadores informais. A ideia é também alterar o nome do auxílio emergencial para Bônus de Inclusão Produtiva (BIP). Essa alteração tem o intuito de mudar a visão do programa e estabelecer novas exigências para o recebimento do benefício. As informações são da Folha de São Paulo. 


O valor de R$ 200 foi pensado para ficar próximo ao patamar de benefício médio do Bolsa Família, aproximadamente, R$ 190. Assim, os beneficiários do Bolsa Família permanecerão no programa e não terão direito ao BIP.  


Com informações do Marcello Diaz/Folha de São Paulo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário