sábado, 2 de janeiro de 2021

 Luto no Judiciário: Morre em São Luís a desembargadora Cleonice Freire

A desembargadora Cleonice Silva Freire, ex-presidente do Tribunal de Justiça do estado do Maranhão, morreu na madrugada deste sábado (2), em São Luís, da Cleonice lutava contra um câncer há alguns anos e morreu em sua residência, no Calhau, às 4h, na companhia de suas três filhas.

A desembargadora foi eleita presidente do TJMA em 2013, quando, pela primeira vez na história, três mulheres comandaram o Judiciário maranhense, no biênio que se encerrou em 2015.

Cleonice Silva Freire foi eleita presidente em sessão plenária que elegeu, também, as desembargadoras Anildes Cruz, para vice-presidente, e Nelma Sarney, para corregedora-geral da Justiça.

O corpo da desembargadora Cleonice será cremado ainda neste sábado.

Cleonice Silva Freire nasceu em Coroatá, Maranhão.

Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Maranhão. Juíza de Direito e Juíza Eleitoral nas Comarcas de Alcântara, Santa Inês, Imperatriz e São Luís.

Participou da criação da ”Casa da Criança Menino Jesus”, instituição que abriga crianças de até dois anos de idade.

Durante sua gestão no TRE-MA, foi escolhida em março de 2008, Vice-Presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais do Brasil e em setembro de 2008, foi eleita Presidente.

Coordenou a Reunião dos Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais da Região Nordeste e o XLII Encontro do Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais do Brasil, todos realizados em São Luís.

No período de 06/03/2007 a 17/12/2007 foi Corregedora Regional Eleitoral do Maranhão.

Presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão no período de 18/12/2007 a 15/02/200.

Com informações do blog Gilberto Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário