Páginas


quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Líder da quadrilha que furtou R$ 13 milhões de clientes do Nubank é preso em São Luís; foram apreendidos R$ 15 mil


A Polícia Civil do Maranhão (PCMA), cumpriu, na tarde dessa quarta-feira (13), ao mandado de prisão contra o homem identificado apenas pelas iniciais M. B. A, um dos líderes da quadrilha de hackers de Imperatriz e considerado foragido da Justiça.  Ele foi localizado em um condomínio no bairro Calhau, em São Luís.

No local da prisão, foram encontrados R$ 15.000,00 em espécie, dois notebooks, vários chips, bolsas de grife, celulares, comprovantes de transferências bancárias e uma pequena quantidade de drogas.

A prisão é um desdobramento da Operação Ostentação que vem investigando a quadrilha que causou prejuízo de quase R$ 13 milhões ao banco virtual Nubank.

A ação criminosa da quadrilha ocorreu nas cidades de São Luís, São José de Ribamar, Paço Do Lumiar, Imperatriz, Coroatá, Carolina, Açailândia, São João do Paraíso, Governador Nunes Freire  e nos Estados do Goiás e Tocantins em dezembro de 2020.

A prisão do hacker foi realizada pela Polícia Civil, por intermédio do Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos, vinculado à Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), com o apoio do Centro de Inteligência da Polícia Civil (CIPC).

Postagem relacionada

Polícia apreende mais de 60 mil reais na casa de integrante de quadrilha de hackers em Imperatriz




Nenhum comentário:

Postar um comentário