quarta-feira, 11 de novembro de 2020

Complicou de vez: Julinho a um voto de ficar inelegível no TRE-MA


O pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão começou a votar nesta quarta-feira (11) o processo que pede o indeferimento da candidatura de Dr. Julinho a prefeito de São José de Ribamar.  Dos cinco desembargadores eleitorais aptos a votar, dois já votaram contra a candidatura de Julinho. Falta apenas um voto para o candidato estar fora do pleito.

O relator, Ronaldo Desterro, com ampla fundamentação, e com base também no parecer do Ministério Público Eleitoral, votou pelo indeferimento do registro da candidatura com base na Lei da Ficha Limpa, já que o candidato teve contas rejeitadas de quando atuou como diretor da maternidade Benedito Leite. A juíza Lavinha Coelho acompanhou o relator e votou contra Julinho.

Os votos deixaram claro que existe uma reprovação de contas por improbidade, porque Julinho fez uma contratação de mais de R$ 3 milhões sem licitação.

O desembargador José Joaquim pediu vista então. Ele se comprometeu em levar o processo até sexta-feira (13) para finalizar a votação e fazer com que a população de Ribamar possa votar no domingo (15) já sabendo a condição eleitoral do candidato.

Na manhã desta sexta, o Tribunal de Justiça já anulou o julgamento do TCE que “limpou” a ficha de Julinho (reveja aqui).

Fonte: Jorge Aragão 

Nenhum comentário:

Postar um comentário