segunda-feira, 13 de julho de 2020

Veja mais imagens da destruição causada pelo tornado na região de São Luís do Maranhão no Brasil e amanhã ALERTA total a cidade de São Luís pode ter novo Tornado 


A reportagem do blog esteve verificando de perto os estragos causados pelo tornado, seguido de chuva forte, na região da Forquilha, em São Luís, na tarde desta segunda-feira (13).


No local, várias equipes da Equatorial trabalhavam intensamente para trocar oitos poste que foram derrubados. Alguns são da rede de alta tensão, e caíram sobre o muro e portão principal do Laboratório Jesus. 



Uma mangueira caiu na MA-201 (Estrada de Ribamar), no trecho entre o Pingão e a Forquilha, interditando o tráfego nos dois sentidos. Até por volta das 18h, bombeiros ainda cortavam os troncos com motosserras.


Parte do alambrado da loja Potiguar também foi arrancada, com danos também na fachada e na cobertura, o que levou à interdição do estabelecimento para que fossem iniciados os trabalhos de reparo.





Telhados de casas também foram atingidos. Apesar dos estragos e da violência do tornado, não houve relatos de pessoas feridas.

Por várias horas, o tráfego na Avenida Jerônimo de Albuquerque ficou congestionado. A lentidão, causada pelo estreitamento de pista no início da Avenida Guajajaras, na Forquilha, estendia-se até o Elevado da Cohab.

Evento meteorológico é classificado como tornado

A MetSul, do RS, um dos principais geradores de conteúdo de informação meteorológica do Conesul, classificou o evento como um vendaval.

Os vídeos analisados pela empresa de metereologia sugerem a passagem de um tornado envolto em chuva com os destroços girando no ar e o nível de destruição localizada.


Por onde passou o tornado houve muitos estragos. Residências, prédios, estabelecimentos comerciais e igrejas foram destelhados. Nem uma torre de telefonia resistiu à força do vento.

A capital do Maranhão está em região tropical e suscetível à formação de nuvens do tipo Cumulonimbus pela combinação de ar quente e úmido. Estas nuvens podem provocar episódios severos de vento localizados, inclusive no Norte e no Nordeste do Brasil que são áreas com menor incidência de tornados pela falta de interação de massas de ar frio e quente.

Veja vídeos feitos no momento da passagem do tornado


Com  informações do Gilberto Lima 



Nenhum comentário:

Postar um comentário