quarta-feira, 27 de maio de 2020

Lockdown gerou queda na procura por atendimento nas UPAs de São Luís

O lockdown na região metropolitana de São Luís começa a dar os primeiros sinais de êxito. O número de atendimentos nas UPAs teve uma queda, o que revela uma melhora nos indicadores. Mas o governador Flávio Dino alerta e convoca, em publicação pelas redes sociais: “estamos muito longe de vencermos essa luta, por isso reitero o pedido de colaboração de todos, em todas as regiões do Maranhão”.

Entre 12 a 18 de abril, a média diária de atendimento chegava a 697 pessoas. Na primeira semana de lockdown, essa média chegou 390 pessoas por dia, já na última semana de bloqueio, esse número alcançou 289/ dia. Uma redução expressiva.

Vale ressaltar que, apesar da queda na procura, não houve alteração na taxa de ocupação de leitos na capital e isso se dá por dois fatores: a média de tempo de internação por Covid-19 é de duas a três semanas (a maioria das pessoas hoje internadas, deram entrada antes da medida iniciar); e São Luís passou a receber pacientes oriundos dos municípios do Maranhão.


O secretário de Estado Saúde, Carlos Lula, reforça o pedido do governador: “o Lockdown parece ter surtido resultado, mas, infelizmente, ainda teremos longas semanas pela frente”. É preciso a colaboração da população no cumprimento das medidas de distanciamento social  para evitar novo crescimento.

Com informações do Gilberto Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário