sábado, 4 de abril de 2020

Governo arrocha: Vigilância Sanitária e PM fazem ação para barrar serviços não essenciais e evitar avanço do Covid-19
O governo do Maranhão resolveu apertar o cerco para cima de comerciantes que teimam em não cumprir as determinações de combate ao avanço no Covid-19.

Na manhã deste sábado (04), uma ação conjunta da Vigilância Sanitária e da Polícia Militar teve como alvo serviços não essenciais que estavam de portas abertas ao público no bairro Cohab, em São Luís.

Os detalhes e fotos da ação de fiscalização foram publicados, no twitter, pelo secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula. Segundo ele, a ação visa conter aglomerações e evitar o aumento de casos de contamição por covid-19.

“Vigilância Sanitária e Polícia Militar realizam ação conjunta no bairro da Cohab, em São Luís. Serviços não essenciais que estavam funcionando irregularmente tiveram suas portas fechadas. A ação é necessária para conter aglomerações e a disseminação do #COVID19”, disse Carlos Lula.

De acordo com o último boletim, divulgado na noite de sexta-feira (03), o Maranhão chegou a 88 casos confirmados de coronavírus. 935 suspeitos aguardam resultados de testes. 11 infectados, com problemas respiratórios, estão em leitos de UTI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário