segunda-feira, 16 de março de 2020

São  Luís avança na gestão de resíduos sólidos

O prefeito Edivaldo Holanda Junior inicia, nesta segunda (16), a coleta seletiva por agendamento em São Luís. O novo serviço vai garantir o recolhimento dos resíduos que possam ser reciclados diretamente na casa do cidadão. Com isto, ele amplia os investimentos para a profissionalização da gestão de resíduos sólidos em São Luís. Atualmente, a cidade tem a maior taxa de reciclagem da Região Nordeste, 2,34%.
Será disponibilizado um número para o qual o cidadão poderá ligar ou mandar mensagem de texto, informando que dispõe de resíduo reciclável para a coleta. A partir disto, a Prefeitura fará o recolhimento no prazo de até três dias. A coleta ocorrerá de segunda-feira a sábado.
Para ter acesso ao serviço, o cidadão terá de separar, em sua casa, todo o material reciclável (plástico, papel, papelão, vidro, metais, entre outros). O resíduo deverá ser ensacado. A coleta pode ser solicitada quando a quantidade de material acumulado for igual ou superior a 100 litros, ou seja, um saco de lixo grande. A partir disto, o cidadão deve entrar em contato, informando o local de coleta e as demais informações solicitadas.
O material não deve ser disposto na rua. O cidadão deve aguardar a chegada do agente de limpeza urbana para fazer a entrega. No caso de quem mora em apartamento ou condomínio fechado, o agente de limpeza urbana responsável pela coleta irá pedir para a portaria interfonar. O veículo da coleta seletiva será devidamente identificado.
Atualmente, o cidadão pode fazer a coleta seletiva por meio da entrega dos materiais recicláveis diretamente nos 17 Ecopontos já em funcionamento, que continuarão disponíveis para a entrega dos materiais recicláveis, cabendo ao cidadão escolher entre os dois serviços.
A Prefeitura de São Luís informará a partir da próxima semana, por meio da imprensa em geral e em seus canais oficiais, como deve ser feita a separação dos resíduos, que tipo de material pode ser reciclado, o telefone para atendimento, bem como outras informações necessárias para o cidadão.
Foto: A.Baeta

Nenhum comentário:

Postar um comentário