sexta-feira, 20 de março de 2020

Coronavírus: Porto do Itaqui cria comitê para conter avanço do Covid

O Porto do Itaqui instituiu, no início desta semana, o Comitê Preventivo para Covid-19 e outras infecções respiratórias, voltado ao enfrentamento do avanço do novo coronavírus (Covid-19) no país, e vem tomando uma série de medidas. A iniciativa atende as determinações dos órgãos internacionais, federais e estaduais de Saúde e Vigilância Epidemiológica. Entre essas determinações está o Decreto nº 35.660, assinado pelo governador Flávio Dino, em 16 de março de 2020, suspendendo eventos e determinando outras medidas de prevenção e combate à doença que, até o momento, não teve nenhum caso confirmado no Maranhão.
Para garantir condições de saúde e controle epidemiológico, o Porto do Itaqui atua de acordo com protocolos internacionais de saúde e segurança, mantendo atualizado o seu Plano de Contingência para Assuntos de Interesse Internacional em Saúde Pública e um posto permanente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na área portuária. Um navio só atraca no Porto do Itaqui depois de autorizado pela Agência, responsável pela fiscalização das condições de saúde de tripulação e higiene das embarcações. Com a declaração de pandemia de Covid-19 pela Organização Mundial de Saúde, esses cuidados estão sendo ainda mais rigorosos.
“O objetivo da formação do comitê é planejar as ações presentes e futuras, na perspectiva de que esse futuro pode ser amanhã ou daqui a pouco. Estamos cuidando em primeiro lugar da saúde e da segurança das pessoas, compartilhando informação e boas práticas com a comunidade portuária e reforçando a segurança portuária para garantir a regularidade das operações do Porto do Itaqui, que tem um papel tão importante para a economia do estado”, afirma o presidente do Porto do Itaqui, Ted Lago.
O comitê, formado por representantes de diversas áreas da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), determinou, entre outras ações, o trabalho remoto para grávidas e funcionários com mais de 60 anos e portadores de doenças crônicas, a suspensão do acesso e registro de ponto dos funcionários por biometria, viagens corporativas, eventos internos, participação em cursos e seminários, treinamentos e o Programa de Visitas.
As primeiras orientações são no sentido de se evitar reuniões presenciais e acesso de clientes e fornecedores que não sejam essenciais. Os funcionários em volta de férias ou que apresentem sintomas de gripe (coriza, tosse, febre e dor no corpo) foram orientados a permanecer em casa e procurar, por telefone, o serviço médico da EMAP para receber instruções. Os serviços de limpeza e higienização foram reforçados com uso de álcool gel em estações de trabalho, maçanetas e prática de portas abertas em todas as dependências sob a gestão da EMAP.
O Comitê está acompanhando a evolução do tema e segue atualizando as medidas e informando colaboradores e comunidade continuamente.
Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário