quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Cabeleireiro homossexual Xexéo  é encontrado morto dentro de casa na Vila Isabel Cafeteria, em São Luís
A Polícia Civil do Maranhão investiga o assassinato do dançarino Wenyson Fernandes Miranda, de 33 anos, que foi encontrado morto dentro de casa, na manhã desta quarta-feira (5).

O corpo da vítima, conhecida como “Xexéu”, foi encontrado por familiares, que estavam desde segunda-feira (3) sem receber notícias do dançarino.

Chegando à casa da vítima, na Rua Nossa Senhora de Guadalupe, na Vila Isabel Cafeteria, na região da Cohab, em São Luís, a família de Wenyson Fernandes o encontrou morto. 
De acordo com as primeiras informações policiais, o corpo estava envolto em lençóis em cima da cama, com um pano enrolado no pescoço  e com uma lesão na cabeça, que pode ter sido causada por martelo, pedaço de madeira ou outro objeto similar.

A polícia apurou, até agora, que houve luta corporal entre a vítima e o autor do crime, pois a casa estava bagunçada. Além disso, os parentes do dançarino afirmaram que estava faltando alguns objetos de valor e a quantia de R$ 800, que podem ter sido levados pelo assassino.

As investigações terão continuidade para saber a autoria e a motivação do crime. Há a suspeita de que o atual companheiro de Wenyson seja o autor do homicídio.

Além de cabeleireiro, “Xexeu” era dançarino de bolero muito conhecido nas noites de São Luís. Pelas informações passadas ao blog, ele trabalhava em um salão localizado no Shopping da Ilha.


Fonte: Gilberto Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário