sábado, 18 de janeiro de 2020

EDUCAÇÃO

Iema tem conquistas internacionais, medalhas e desistência quase zero em 2019


O Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) fechou o ano de 2019 com novos marcos no ensino,… [  ]

O Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) fechou o ano de 2019 com novos marcos no ensino, incluindo prêmios internacionais e índices elevados de qualidade.
A escola oferece, desde 2015, ensino médio em tempo integral com educação profissionalizante. Ou seja, o aluno termina o ensino médio pronto para exercer uma profissão no mercado de trabalho.
“Nosso desafio é garantir que nossos alunos aprendam de fato e possam realizar seus projetos de vida”, diz o reitor Jhonatan Almada.
Já são centenas de medalhas, troféus e prêmio conquistados pelo instituto desde sua inauguração.
Em 2019, a lista foi ampliada. Entre as conquistas internacionais, estão medalhas de prata e bronze na Copa Mundial de Robôs, na Coreia do Sul; medalha de ouro na Olimpíada Internacional de Matemática sem Fronteiras; terceiro lugar na Scholarship Essay Competition Reach Cambridge; terceiro lugar no Concurso Internacional de Redação de Cartas da União Postal Universal; e validação da Escola de Cinema do Iema pela Cinéfondation do Festival de Cannes, na França.
Dentro do Brasil, podem ser destacados o bicampeonato nacional de Lançamento de Foguetes; medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica; medalha de prata e bronze na Olimpíada Brasileira de Física.
Indicadores
Os números das unidades plenas em 2019 também chamam atenção. A aprovação chegou a 96,5%. Ou seja 96 em cada 100 alunos foram aprovados para o próximo ano ou se formaram.
A frequência foi de 93,5%. A evasão foi de apenas 0,17%. Isso significa que quase não houve desistência de alunos.
“Os indicadores educacionais que obtivemos em 2019 refletem o trabalho da nossa equipe para garantir que os estudantes, de fato, aprendam, frequentem as aulas e tenham gosto por estar nas unidades”, diz o reitor Jhonatan Almada.
Expansão
O Iema vai dar um novo salto em 2020. O número de unidades plenas vai passar de 13 para 17.
Três das novas unidades plenas ficam em São Luís (Bacelar Portela, Rio Anil e Gonçalves Dias). A outra fica na cidade de São Vicente Férrer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário