sexta-feira, 1 de novembro de 2019

Pedido de Adélio para mudar de advogado é indício de delação e risco iminente de “queima de arquivo”

O autor da tentativa de homicídio contra o atual presidente da República Jair Bolsonaro, o ex-militante do PSOL Adélio Bispo de Oliveira, pediu para que seus advogados sejam substituídos por defensores públicos.
O criminoso certamente pressentiu que foi traído.
Adélio, presentemente, para a Justiça é um ‘doido’. Nada mais que isso.
Porém, o cidadão parece não ser burro.
Não confia mais nos advogados.
Certamente percebeu que esses estavam a serviço do mandante.
Nem ele confia nos advogados, que nem conhecia. Os mandantes empurraram para cima dele.
Delação a caminho?
Doido pode delatar?
Tomara que não aconteça nada com ele nem com o porteiro do condomínio do Presidente Bolsonaro que mentiu, tipo queima de arquivo.
Especialidade do pessoal que mandou matar Celso Daniel.
*Com informações de Lucia Sweet.
da Redação

Nenhum comentário:

Postar um comentário