sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Filho de Gugu teria 48h para decidir sobre desligamento

O filho primogênito do apresentador Gugu Liberato, João Augusto, teria sido o responsável por decidir sobre o desligamento dos aparelhos que mantinham o pai respirando.
A decisão caberia ao rapaz, que completou 18 anos há apenas 12 dias, porque Gugu e Miriam Rios não eram casados no papel, embora tivessem três filhos juntos.
João Augusto teria até 48 horas para decidir sobre o desligamento dos aparelhos. Após este período, o hospital poderia desativar os aparelhos caso houvesse o laudo de dois médicos atestando a morte cerebral.
Apesar disso, não ficou claro se a foi a família quem decidiu sobre o desligamento dos aparelhos ou se o hospital seguiu o protocolo e desligou os equipamentos após os laudos médicos.
Ainda nesta quinta (21), dois médicos já haviam declarado a perda da função cerebral do apresentador. A pedido da família, um neurocirurgião brasileiro viajou para os Estados Unidos para fazer uma nova avaliação, em que ficou constatada a morte cerebral.
ACIDENTE DOMÉSTICOGugu estava consertando um ar-condicionado, no sótão de casa, quando pisou em uma parte de gesso, que cedeu, fazendo o apresentador cair de quatro metros de altura.
Ele foi socorrido inicialmente pela esposa, Rose Miriam, que é médica, e logo em seguida levado para o hospital, em estado muito grave. Após ficar em observação, o apresentador não demonstrou reação e permaneceu inconsciente, confirmando danos cerebrais irreversíveis.
Gugu Liberato deixa três filhos, João Augusto, de 18 anos, e as gêmeas Sofia e Marina, de 15 anos, e a esposa Rose Miriam di Matteo, além da mãe, Maria do Céu, de 90 anos, e os irmãos Aparecida e Amandio Liberato.
Atendendo a pedidos de Gugu, a família irá doar os órgão do apresentador.FÉ

Nenhum comentário:

Postar um comentário