quarta-feira, 2 de outubro de 2019

SÃO LUÍS

Entreposto pesqueiro será construído em São Luís

Técnicos da Secretaria de Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) apresentaram na tarde desta quinta-feira (26), aos representantes da Associação dos… [  ]
Resultado de imagem para Entreposto pesqueiro será construído em São Luís
Técnicos da Secretaria de Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) apresentaram na tarde desta quinta-feira (26), aos representantes da Associação dos Distribuidores de Pescados e Mariscos de São Luís, o projeto arquitetônico do Entreposto Pesqueiro, local mais conhecido como feira da madrugada. Localizado ao lado do Mercado do Peixe, no Desterro/Portinho, no Centro de São Luís, o Entreposto Pesqueiro tem como base o local para carga, descarga e comércio atacadista de pescado, marisco e outros produtos oriundos de vários portos pesqueiros do Estado e outras regiões do Brasil.
O secretário das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Rubens Junior, confirma que é uma determinação do governador Flávio Dino em revitalizar os mercados e feiras da capital. “São obras estruturantes e importantes para a população. O Entreposto Pesqueiro de São Luís fica localizado na região central da cidade e sua revitalização é um resultado da integração de políticas públicas que visam transformar o Centro de São Luís referência em renovação e desenvolvimento sustentável”, afirmou Rubens Junior.
Destacou ainda que será uma obra de relevância e visa impulsionar o comércio atacadista de pescados que constitui numa forte atividade econômica no nosso Estado, sendo que o novo espaço vai disciplinar, potencializar e valorizar a cadeia de distribuição e comercialização das atividades ligadas diretas e indiretamente ao mercado pesqueiro e assim gerar novos postos de trabalho e boas expectativas de negócios.
Presente na reunião o presidente da Associação dos Distribuidores de Pescados, Mariscos de São Luís, Manoel da Paixão falou que a construção do Entreposto Pesqueiro é um anseio antigo da categoria, que há anos funciona precariamente. “Porém, essa gestão do governador Flávio Dino nos chamou para dialogar e, hoje, nós conhecemos o projeto arquitetônico do Entreposto, propomos algumas alterações no sentido de estruturar melhor o local onde trabalhamos. No mais, ficamos muito felizes em saber que em breve teremos um lugar mais adequado, limpo e dentro dos padrões elétricos e sanitários para trabalhar”, afirma Manoel da Paixão.
O assessor Yata Anderson, um dos coordenadores do projeto de revitalização das feiras e mercados da Secid, explicou aos representantes sobre o projeto e que o novo espaço terá estrutura metálica, espaços para 80 distribuidores, 14 lanchonetes,12 locais para comercialização de frutas e verduras, 06 stands de beneficiamento de peixe, banheiros e vestuários, estacionamento com 227 vagas. “Estamos finalizando o projeto arquitetônico, discutindo com a associação para atender todas as demandas e proporcionar com essa proposta melhores instalações, condições de trabalho e, com isso, gerar impacto positivo e fomento na economia local”, disse Anderson.
Revitalização de Feiras e Mercados
Os técnicos da secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) vistoriaram, na semana passada, as obras do mercado da Macaúba com o objetivo de atender as demandas dos feirantes e ajustar os detalhes da construção e entrega do equipamento público, prevista para este mês de outubro.
De acordo com o secretário Rubens Pereira Junior, a Secid está com um volume de grandes obras em todo Estado, e que boa parte delas, tem a previsão inauguração ainda para este ano. Dentre elas, está na programação o mercado da Macaúba. “As obras estão avançando e o diálogo com os feirantes é frequente. Nosso propósito é garantir que todas as demandas sejam atendidas e com isso possibilitar melhores condições de trabalho, segurança e comodidade para os comerciantes do local e as pessoas que frequentam e utilizam diariamente o espaço público”, afirmou o secretário Rubens Junior.
Feira do Bairro de Fátima
Já em relação à feira do Bairro de Fátima, os técnicos da Secid se reuniram com os feirantes na sede da secretaria para discutir sobre a reforma do espaço. O equipamento público existe há mais de 50 anos e atualmente precisa de novas adequações. O processo está em tramitação e a assinatura da ordem de serviço está prevista para a primeira quinzena de outubro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário