quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Deputados detonam Roberto Rocha

Os deputados estaduais Othelino Neto (PC do B – presidente da Assembleia Legislativa), Yglésio Moises (PDT), Helena Duialibe e Fernando Pessoa – estes dois últimos do Solidariedade (SD) – detonaram, em pronunciamentos feitos na Casa do Povo, o senador Roberto Rocha (PSDB).
Rocha se envolveu em uma polêmica com o suplente de deputado federal e atual secretário de Estado da Indústria e Comércio, Simplício Araújo (reveja)
Ao divergirem sobre os motivos da não instalação de uma fábrica da Heineken no Maranhão, o senador proferiu diversos xingamentos contra o auxiliar do governador Flávio Dino (PC do B).
A discussão, que até então estava restrita em um grupo de mensagem, acabou vazando para imprensa.
Araújo, em nota divulgada no último fim de semana, disse que processará o senador (reveja)
“Fico muito triste quando vejo que nós ajudamos a colocar no Senado alguém que não soma com o Estado e que, quando surge no noticiário, é com palavras daquele nível”, afirmou Othelino.
“Sabemos que estamos vivendo dias difíceis, sobretudo nos bastidores da política, mas nada justifica agressões, calúnias e acusações e principalmente de cunho pessoal e moral”, disse Helena Duailibe.
Yglésio classificou o ato de Roberto de Rocha de vil, baixo e torpe.
“Como bem se diz, ingratidão é o maior defeito do ser humano, e o senador Roberto Rocha mostrou muita ingratidão, naquele momento, até porque ele hoje tem um mandato de senador, por meio do grupo hoje liderado pelo nosso governador Flávio Dino, e com certeza com o voto e com o empenho do secretário Simplício Araújo”, avaliou Pessoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário