segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Prefeito Eudes Sampaio participa da assinatura da Os da Escola SESI Araçagi

SESI Araçagi
O prefeito de São José de Ribamar, Eudes Sampaio, participou da solenidade de assinatura da Ordem de Serviço da construção da Escola SESI Araçagi, com capacidade para atender 1200 alunos dos níveis fundamental 1 e 2.
O projeto é capitaneado pelo presidente da Federação das Indústrias do Maranhão (FIEMA), Edilson Baldez, e é um marco referencial de inovação e competências nas tecnologias pedagógicas, metodologias e currículo voltado para Educação focada na formação de novos perfis profissionais, mais produtivos e, também, para tecnologias e inovação - indústria 4.0.
O objetivo é atender a novas diretrizes educacionais para expandir e reposicionar a educação do SESI-MA e adequar à necessidade do mercado por serviços de educação em região de crescimento socioeconômico.
O prefeito Eudes Sampaio falou da importância de uma obra com a magnitude da Escola SESI Araçagi, que, certamente, irá colabora com o desenvolvimento educacional da região.
“Estou muito feliz de participar de um momento como esse, por dois motivos, um que é a certeza de que essa escola irá colaborar com o desenvolvimento da educação da Grande Ilha, que agrega São José de Ribamar e o segundo é porque o lugar escolhido para abrigar uma escola dessa importância foi a nossa cidade, que já se destaca quando se trata em educação, reflexo de nosso intenso investimento na área”, comemorou o gestor.
Prefeito discursa SESI Araçagi
Para Edilson Baldez, a obra vai impactar diretamente na vida dos moradores da Região Metropolitana de São Luís, especialmente os de São José de Ribamar.
“Essa importante obra é fruto de anos de dedicação para trazer para cá uma escola de excelência, com cinco pavimentos e um modelo educacional diferenciado. Certamente, o impacto na vida dos jovens dessa região e, claro, de São José de Ribamar, será muito positivo. A Escola SESI Araçagi vem para se somar às outras que já fazem de São José de Ribamar um modelo educacional para o Maranhão”, disse o presidente da FIEMA.
A escola contará com 10 salas de aulas para fundamento 1 e 8 para o fundamental 2, Salas de Robótica, Espaços Maker (aprender/fazendo), além de laboratórios de Ciências, Química, Física, Biologia, Matemática, Música, Informática, Game Educa e Lego. O projeto contempla ainda Biblioteca, Restaurante, Espaço Administrativo e de Suporte Gerencial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário